UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Onde está Deus?

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 19 de junho de 2010

Onde está Deus?

“Esperastes o muito, mas eis que veio a ser pouco; e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu dissipei com um sopro. Por que causa? disse o SENHOR dos Exércitos. Por causa da minha casa, que está deserta, enquanto cada um de vós corre à sua própria casa.” Ageu 1:09
Sabe aquela fase de nossa vida onde passamos o maior aperto e temos aquela impressão que Deus nos abandonou? Momento crucial de nossa vida onde a fé que estava na balança fica evidente em que posição se encontra. Tudo desmoronando e cadê esse Deus que tanto se fala. O chão sumiu e Deus não existe ou pior nem liga. Perder coisas físicas ou emocionais faz com que a fragilidade humana ou a dureza de coração propague, depende de como se recebe o impacto da vida, pois cada pessoa reage de uma forma diferente em cada situação. Situação esta que jamais imaginaríamos acontecer conosco. Com outros sim, mas conosco... Isso não! Como Deus pode ser tão ruim a deixar isso acontecer com seu filho que dizem que Ele ama tanto? Vem doença. Vem a morte. Vem o desemprego. Vêm as drogas. Vem algo para rachar a família. Vem tanta coisa ruim... Como diz o ditado: “desgraça quando vem não vem só.” Ou “quando o pão cai, cai com o lado da manteiga virada para baixo.” E o pior da fase é estar com aquela sensação de estar sozinho no momento em tudo que se precisa é de um ombro amigo ou um colo para se repousar um instante. A fé que estava na balança dá lugar à filosofia de vida. Questiona-se neste momento crucial todo o aprendizado de vida para adotar novas filosofias. Deus por que permitiu isso? Que Deus é esse? Onde estava quando eu mais precisei? Seguido do questionamento vem à ira, que às vezes nos leva a pecar contra o próprio Deus. A ira cega. A mágoa apaga o amor. A desilusão leva a descrença. Parece que o inimigo se levantou com tanto furor nestes dias que só vê um a sua frente para despejar sua ira. Esse alguém adivinha que é? O que eu fiz para tanto furor contra mim? Já sei... Joguei pedra na cruz! Só pode ser isso.
A verdade?
Bom... Deus não abandonou ninguém em momento algum. O que houve? Simples de se entender, mesmo que seja difícil de aceitar, mas fácil de entender. São regras da vida. A tudo que se faz tem suas conseqüências. Se entrar na água de terno fica molhado e posso por conseqüência ficar resfriado. Tudo que faço me gera conseqüências diretas e ao meu redor. Dependendo do passo que dou as pessoas ao meu redor podem sofrer as conseqüências de meus atos também. Como posso também sofrer as conseqüências dos atos de outros próximos a mim. Se um parente meu morre tentando assaltar um banco eu sofro pela conseqüência desse ato dele por exemplo. Assim como sofria por ele estar nesta vida errada. Regras da vida. Onde Deus se encontra nisso? Viraram-se as costas para Ele pode Ele agir? Fazemos nossa parte pelos nossos. Oramos, jejuamos,... Mas e o parente que usamos neste exemplo ( o assaltante), como estava a intimidade dele com Deus? Orava, Jejuava,... Deixava o Senhor agir? ”Então veio Semaías, o profeta, a Roboão e aos príncipes de Judá que se ajuntaram em Jerusalém por causa de Sisaque, e disse-lhes: Assim diz o SENHOR: Vós me deixastes a mim, por isso também eu vos deixei na mão de Sisaque.” 2 Cronicas 12:05
E nos casos de doença, acidente, qualquer outra fatalidade. Porque Deus não agiu? Orei pouco? Jejuei pouco? Já sei! Não dizimava! ...E assim vamos nos culpando e passando para Deus esta carga. E nos esquecemos do básico... Sol e chuva são para todos independente de credo. Estamos aqui só de passagem. Todos vão morrer para esta terra e mediante nossa fé viveremos eternamente em Cristo Jesus.” E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.” Daniel 12:02
Deus em momento algum nos abandonou ou enganou a esse respeito. Estamos sujeitos a doença, desemprego, conflitos familiares, morte,... São as regras da vida. Por que nos dói tanto? Simples. Sentimento não dá em poste. Viu como Deus é perfeito.
A palavra de Deus sempre se cumpre. Não há porque achar que Ele te abandonou no momento que mais você precisou e menos ainda ter como pretexto para abandoná-lo.
Vi em uma comunidade uma colocação de “desviados” que me chamou a atenção pelo erro espiritual da comunhão com Deus. Uma frase que dizia “que por algum motivo você se afastou da igreja e da palavra do Senhor, mas não de Deus.”. Uma frase muito errada e que leva seus seguidores a permanecer no precipício. Como pode uma pessoa estar na presença de Deus e ao mesmo tempo longe de sua palavra e igreja? Não faz sentido “Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.” João 12:48. Não importa o motivo de seu “desvio”, mas saber que não dá para separar Deus de sua palavra. Estar longe da palavra de Deus é estar longe de Deus (já que a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus) e estar longe da igreja que foi instituída por Deus é também estar longe de Deus (essa de Cristo em casa dói), pois é mandamento de Deus que estejamos em comunhão e por baixo de autoridade espiritual (já que aquele que o ama guarda seus mandamentos - João 14:21), constituída por Ele.
Onde está Deus?
Ele está nos momentos mais difíceis de nossas vidas, mesmo quando nem o percebemos. Ele age mediante nossa fé. Ele está na igreja por pior que esta lhe pareça. Ele está na Palavra (bíblia). Nela se meditarmos vamos entender a vontade de nosso Senhor em nossas vidas. Afastado, desviado ou qualquer nome que se dê a esta situação, o problema é o mesmo... Ausência de Deus. Virar as costas para um Deus que nunca nos abandonou.
Onde está Deus?
Esperando por você!
“Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou. E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o SENHOR o deu, e o SENHOR o tomou: bendito seja o nome do SENHOR. Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.” Jô 1:20-22

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.