UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Rio em guerra

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Rio em guerra

"Temei vós mesmos a espada; porque o furor traz os castigos da espada, para saberdes que há um juízo." Jó 19:29
Novamente o Estado do Rio de Janeiro encontra-se em guerra declarada. Desde o dia 20/11, esta semana ficou marcada pela violência. A nova estratégia dos traficantes do Rio é descer o asfalto e incendiar carros. Esta rebelião é em função da ocupação da UPP - unidade de polícia pacificadora que é um projeto da Secretaria Estadual de Segurança Pública do Rio de Janeiro. Esta unidade veio para colocar polícias dentro das favelas do Rio desarticulando assim as quadrilhas que controlam estes territórios como estados paralelos. A estratégia foi simples para os bandidos. A polícia ocupa o morro e eles descem para fazerem sua ordem. Sem escrúpulo nenhum assaltam, incendeiam carros e ditam sua ordem. Os ataques tem ocorrido em qualquer horário em diversas localidades. Nessa guerra que se intensifica sempre que o governo parte para o ataque a população é vítima. Mas até que ponto somos realmente vítimas? O que realmente está por tráz da guerra aos traficantes? Entre muitas questões discutidas vemos uma sociedade dividida em liberar ou não o consumo de drogas. Questiona-se a posição social e racial ligada a situação em questão. Culpa-se as oportunidades dadas na sociedade e ao sistema de ensino. Enfim o que leva uma pessoa a se tornar um traficante e fazer tais barbáries?
"Proclamai isto entre os gentios; preparai a guerra, suscitai os fortes; cheguem-se, subam todos os homens de guerra." Joel

Questões a parte, hoje noto que devido a situação atual é nescessário continuar com as UPPs e reforçar o asfalto. Quem sabe o exército nas ruas já que a "favela" não quer essa segurança, como já se pronunciaram anteriormente. As providências tomadas precisam ser rápidas e duras. È inadimissível que pessoas de bem, trabalhadoras tenham que viver atrás das grades em suas residências e passem a consumir produtos pirateados no camelô tipo celulares com o argumento que se é para serem roubados novamente não compensa comprar um bom, original e caro. Ou como se diz em piadas, já que o brasileiro tem um ótimo senso de humor, que o dinheiro na bolsa é o do ladrão e o outro escondido é o seu. Seria isto mesmo? Além de sustentar sua família teria que sustentar o ladrão. E lá vem o direitos humanos para defender a causa dos "anjinhos". Eu me pergunto onde está o direitos humanos para o trabalhador que é assaltado no onibus e tem que encarar a família em casa. Direirtos humanos para a família que teve seu ente querido morto porque o "anjinho" queria na "mão grande" possuir o que não trabalhou para ter. E por aí vai...Os "anjinhos" conseguiram até representantes em nossos partidos políticos que defendem com todo interesse a causa "revolucionárfia"deles. Causa revolucionária. Essa é de doer, mas é assim que nossos queridos músicos se expressam em seus trabalhos justificando a babárie cometida e me choca mais vendo no meio que se diz "Cristão" essa mesma conduta. Tem nosso desleixo como pais e educadores no dia-a-dia. Deixamos de praticar nosso papel como pais e depois culpamos o governo e a sociedade nos esquecendo que nós somos a sociedade e escolhemos através de voto o nosso governo. Se formos analisar todos os angulos vamos chegar a conclusão que não somos nós as vítimas e sim cumplices.Será que trabalhar é tão ruim assim? Revolução contra a diferença social não é, pois gastam apenas em drogas e armas. Operação Robin Hood onde se tira do pobre dentro de um onibus ou na esquina a frente do local de trabalho do cidadão para sustentar vício?
"Por muita preguiça se enfraquece o teto, e pela frouxidão das mãos a casa goteja." Eclesiastes 10:18
Precisamos dar limites a nossos filhos, saber ensinar a importância do não. Temos que melhorrar as estruturas de nosso ensino. È nescessário realmente penalizar os criminosos. Mudanças no sistema presidenciário, trazer Deus para nosso convívio, ... precisamos fazer muitas mudanças em nossa sociedade. São mais de 40 anos de um problema que só vem crescendo e não vai ser resolvido em 4 anos, mas precisamos começar sem desânimo. Colocar nas favelas uma nova referência a ser seguida e não a que já existe. A guerra ainda prossegue aqui no Rio. Guerra de corpo a corpo e de palavras. Algumas coisas ditas nesse episódio me faz lembrar de uns pontos questionado no filme "Tropa de Elite 2", o inimigo é mesmo outro?
"A justiça exalta os povos, mas o pecado é a vergonha das nações." Provérbios 14:34
"Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;" Mateus 5:9

5 comentários:

  1. Estamos vivendo mais uma vez momentos de tensão e caos, uma verdadeira guerra urbana está acontecendo no Rio. Vamos torcer para que os bandidos percam essa guerra.
    Ótima abordagem.

    abraço,
    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse recado é só pra dizer que estou seguindo você ^_^
    te vi no jogo de seguir do orkut
    retribui?

    Piadas com Fritas - humor / engraçado

    ResponderExcluir
  3. Eh estamos vendo Tropa de Elite 3 ( ao vivo)

    Te seguindo aqui
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito boa sua refelxão. Infelizmente estamos neste Estado de guerra e em estado de guerra.
    É com muita tristeza que assistimos as cenas de um verdadeiro filme, mas muito mais real.
    É certo que precisávamos chegar nesse ponto.
    Mas culpo sim, não somente a bandidagem, um assunto tão complexo como este, mas toda uma sociedade, uma política corrupta e um sistema muito maior que não existe só dentro do morro. O morro é a porta de saída. Mas acredito sim que tudo começa em um outro lugar mais poderoso, existe um sistema maior que mantém essa bandidage, ora vista que eles possuem armas poderosas, estratégias e benefícios dentro dos presídios , onde são comandadas as ações. Como conseguem isso? Com uma centena de bandidos desdentados, negros ou brancos...aqueles "zé ninguém"...acredito que exista colarinhos brancos no meio de tudo. Como de repente tudo se resolve invadindo uma favela, pq certamente virá a copa , olimpiada, alguém lá de cima está sendo muito pressionado...
    parabéns pelo blog

    seguindo

    abraços!!!!
    http://precisomeexpressar.blogspot.com/

    ResponderExcluir

.

.

.

.