UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Gospel Gangsta???

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Gospel Gangsta???

Fiquei chocado... Baixei estes dias o album do Alex Street "Kombatente", já tinha visto em paginas cristãs alguma divulgação do trabalho dele, e este album baixei em um blog conceituado e cristão. Mas tudo que posto aqui escuto primeiro, por isso demoro um pouco para postar. Escutei este album e comecei  a ouvir uma das faixas que foi a primeira a me chamar a atenção. Uma faixa onde ele e aliados xingam um repper gospel conhecido, uma música cheia de ódio na verdade, misturada com contextos cristãos, assim como outras faixas do album inclusive a faixa final que é de agradecimento.
O albúm que se diz gospel faz uma mistura de contextos bíblicos, palavrões e ofenças, puro veneno. Este não é seu primeiro album. A chamada de seu outro album em um blog "cristão" anuncia: "Um filho de DEUS,  o avatar da revolta,aquele que todo mundo odeia ou ama odiar, um repper que está numa maldade tão grande que esta rimando para ver se alivia sua dor...
...pra quem conhece esse mano, não tem como inventar desculpas pra não ir a igreja e ter um encontro com o salvador.O cara é gospel gangsta até o osso."

Fica difícil de entender o que se passa por aí, que tipo de filosofia se prega e vive. Esse título "Gospel Gangsta"começa a me preocupar. O que Cristo tinha de Gangsta? Que evangelho é esse? Cristianismo?????? O artista fazendo isso até poderia passar, mas postar para baixar é recomendar algo que contradiz o que se prega.
A palavra gangsta é um dereivativo de gangster ( é um termo nem sempre usado para definir um membro de uma quadrilha. Uma organização criminosa semelhante a máfia.), O gênero desenvolveu-se durante os anos 80. Um dos pioneiros do Gangsta Rap foi o rapper Ice-T com seus singles Cold Wind Madness/The Coldest Rap e Body Rock/Killers, de 1983 e 1985, respectivamente. O Gangsta Rap foi popularizado por grupos como N.W.A no final dos anos 80(fonte Wikepedia), um estilo que retrata com violência a violência.
Jás ouvi outros reppers que se intitulam "Gospel Gangsta" e não ouvi nada que contradizia o que pregam, muito pelo contrário, ouvi o contexto da bíblia. Ainda dá para separar o joio do trigo, ou seja, escolher o que ouvir e o que absorver.
Acho importantíssimo antes de postar ouvir primeiro, pois postar é indicar, recomendar o que se acha bom. Ver que "cristãos" recomendam algo tipo esse Alex...
Para se ter ideia da coisa, eu esses anos todos de Blog ou antes quando escrevia em jornaizinhos ou fanzine desde o tempo em que era secular(?) nunca escrevi sobre um album que não gostava, apenas ignorava. Hoje me vi na obrigação de fazer isso, pois cristianismo é abrir a boca quando nescessário.
Como disse Jesus, a arvore se conhece pelo fruto.
Esse gangsta que se diz gospel me desculpe, mas a palavra de DEUS anunciada com palavrões e de forma violênta não cola.

Um comentário:

  1. Gostei da postagem!
    Posso complementar que esse álbum, junto a outros trabalhos de Alex Street são bem polêmicos mesmo!
    Assim como o "Gangsta", o termo "Gospel" também deve ser discutido, pois vemos cantores seculares que, por terem uma certa influência Cristã, buscam interpretar músicas "gospel" em seus álbuns.

    Acredito que essas pessoas tem um certo contato com a igreja(ou tem familiares cristãos) e essa influência acaba sendo exposta de certa forma.
    No RAP vemos muito isso, o lance de certos Rappers pedirem a graça e a misericórdia divina, não tendo exatamente uma postura externa cristã(como vemos em muitos adeptos do cristianismo).

    A proposta de divulgação desse álbum no Blog GospelGangstaRapbrazil foi de mostrar que também existe essa alternativa, essa opção musical, que também não foge do gênero, mas sim, se encontra o mais próximo das influências musicais que o Rapper se identifica! Muitos se identificam com tal influência e sei também que todos nós precisamos do Cristo em nossas vidas de modo geral.

    Que fique bem claro aqui que a minha opinião não é absoluta, mas vejo da seguinte forma:

    Os palavrões, a linguagem "pesada" que muitos Rappers dito "Cristãos" ou "não Cristãos" usam, são interpretados por muitos como algo que também faz parte da cultura do GANGSTA RAP. Agora, se convém ou não usar tal linguagem, cabe ao rapper refletir.

    Em conversa com o próprio Alex Street, comentei sobre os palavrões que ele usou. Sei também que isso é uma das lutas que ele encontra, assim como outros vícios e creio que o Cristo liberta de tudo isso, mas devemos ter fé e caráter na transformação para que isso resplandeça como desejamos.

    Quero parabenizar a crítica aqui exposta e convido também a participar, deixando seu recado no blog GGRapBrazil. - É Gospel, Gangsta, Rap Brasil! Paz do Cristo a todos!

    ResponderExcluir

.

.

.

.