UA-39063185-1 Trocando uma ideia: De volta para o passado

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

De volta para o passado

Uma amiga hoje estava em pranto. Seu passado a atormentava. Dedos acusadores a apontavam impiedosamente. Lamentava-se ela do peso de erros passados e o peso da condenação.  
No exato momento em que resolveu no presente fazer um futuro diferente, bate de frente com o passado.
Imagine-se tentando recolher os cacos da vida, e com estes mesmos cacos, remodelar um novo trajeto.
A coisa mais fácil é, por exemplo, quebrar um copo, prato, vaso,..., qualquer um faz. Fazemos isso com nossas vidas com atos errados. Metemos os pés pelas mãos satisfazendo nossas vontades, que muitas vezes são mais fortes que nós, e claro, colhemos os frutos. Frutos estes que muitas vezes nos fazem um mal enorme.
O mundo jaz do maligno e acabamos fazendo parte  dele. 
Entregamos-nos com prazer. 
Construímos nossa fama. 
Amarga fama é verdade.
Quem não é visto não é lembrado diz o ditado. E acabamos sendo mal vistos e mal lembrados claro.
Uma vez ladrão, será sempre lembrado por muitos como tal.
Uma vez prostituta, também seguirá a mesma regra de julgo da sociedade.
Ficamos marcados pelo passado. Até na tentativa de mudar somos lembrados como ex alguma coisa (nas igrejas cristãs temos muitos testemunhos assim de ex alguma coisa).
Não importa o presente e menos ainda o futuro, o passado sempre pesa mais. 
Inevitável.
Julgamos conforme somos julgados.
Nesse mundo onde julgar é de imediato e compreender se torna desnecessário, penso em minhas experiências de vida.
Em meio a tantos boatos da vida alheia observei algumas coisas.
Entre estas coisas que observei percebi que as coisas não são o que aparentam ser.
As promiscuas (para não dizer outro nome) não são o que dizem e as puritanas não são tão puritanas assim.
Os que levam a fama só a levam dos que a dão para encobrir os acusadores.
Esta pratica da vida (o dedo acusador) que tanto acontecem dentro e fora das igrejas fere quem faz planos para esquecer o passado, corrigir no presente para mudar a vida futura.
Fere sonhos, fere esperança e fere a crença em geral.
Aquela tentativa de recolher os cacos e reconstruir tudo de novo é tão valioso que só sendo um tolo para ignorar e continuar acusando.
O passado para muitos ainda dói.
O nosso dedo acusador nos afasta de um DEUS que buscamos.
Esse dedo acusador nos torna desumano.
Quem somos nós para proporcionar ao próximo esta desagradável viagem de volta para o passado, se até DEUS diz que se nos arrependermos de nossos pecados, ELE não se lembraria?
"Porque serei misericordioso para com suas iniqüidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais."                                        Hebreus 8:12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.