UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Julho 2011

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 26 de julho de 2011

Reencontro, um recomeçar


"Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?"  joão 3:04
Reencontro, encontrar novamente. Recomeçar, começar novamente. Tarefa um pouco árdua a ser executada. O que nos leva a esse recomeço e um reencontro e o que pode nos levar a esse reencontro e o ato desse recomeço? Um laço bem amarrado.

Recomeçar mesmo depois de tantas desilusões, perda da esperança e fé, perda do equilíbrio emocional e da razão, descrença na vida e em DEUS, mesmo depois de se tornar um moribundo social, É preciso recomeçar (grita a vida).

Talvez seja mesmo da natureza da vida o recomeço. Essa força natural chamado vida que recebeu de DEUS essa sina. A vida implora, grita se silencia, mas da seqüência a sua existência através do recomeço. Manifestado através de tragédias, desmatamentos, conflitos,... observamos como é belo o recomeço da vida( e viu DEUS que era bom). Luta o verde em todos os cantos, lutam todas as espécies, e não ficamos de fora dessa regra que se tornou uma das maiores dádivas de DEUS.

Hora do reencontro. Reencontro com a esperança, a fé, consigo mesmo, com DEUS e a vida. Com aquilo que se perdeu. A tão citada vida nos traz a altos e baixos, vitorias e derrotas, bons frutos colhidos na época de colheita ou devastação na época das pragas. Coisas de uma vida bem vivida como diz os mais experientes.

Reencontra-se é fundamental, pois disso depende a essência mais pura da felicidade. Reencontrar consigo mesmo traz leveza de espírito. Traz uma consciência tranqüila. Uma vida serena no meio de tantos conflitos. Simplesmente para um  recomeço com fé e esperança de um hoje ainda melhor.

Reencontra-se com DEUS... Estranho como somos injustos ao culpá-lo pelas injustiças do homem. Será que o tendo como criador e supremo da vida o torna culpado. Um pai exemplar, boa índole e educador pode ser culpado também pela falta de caráter de um filho rebelde e malicioso? O lado, digamos, ruim da vida, que nos traz dolorosas cicatrizes e que endurece nossos corações, e que também nos traumatiza, por maior que seja nosso amor pela vida, estranhamente nos faz temê-la. Quem culpo? DEUS - criador da vida.

Mas essa mesma vida ensina que para um recomeço com ela preciso me reencontrar com ela, seus princípios e o seu criador. Talvez um dia olhar para ELE e dizer o que já sabe sua infinita sabedoria mesmo antes de toda criação. Juntos chorar, a princípio de aflição, revolta, indignação,... E por fim de alegria.

Reencontrrar- se com lembranças de um tempo em que o amor sustentava promessas que o engano quis esconder do tempo. Reencontrar-me com aquela velha briga...  e com o um coração preparado para o recomeço, de espírito iluminado deixar tudo acabado.

Esse reencontro e recomeço mexe com toda a estrutura interna da vida. Para uns talvez por rebeldia seja melhor dizer que nasceu assim e vai morrer assim, mas entendo que quando Jesus citou do homem negar a si mesmo, seria dessa arrumação nessa estrutura interna. Purificar o templo, já que nos consideramos igreja, moradia do Espírito de DEUS. 


"Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. "   joão 3:05

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Conflitos

“Por isso peguem agora a armadura que Deus lhes dá. Assim, quando chegar o dia de enfrentarem as forças do mal, vocês poderão resistir aos ataques do inimigo e, depois de lutarem até o fim, vocês continuarão firmes, sem recuar.” (Ef 6.13). 
 


Conflitos  se tornaram indispensáveis no dia-a-dia. Sempre tem uma batalha a ser travada no mundo onde o instinto de sobrevivência fala mais alto. Por mais que seu espírito esteja ou queira estar em paz, a guerra acampa em sua tenda. Por mais branca que seja a sua bandeira, alguém consegue mancha-lá.
Dizem que pessoas de paz vivem a paz porque seu coração é sereno. Mentira! 
Pessoas assim vivem em conflito. Para erguer e manter uma bandeira branca é necessário passar por um grande conflito. Interno ou externo esse conflito existe. Jesus, nosso maior exemplo dessa paz viveu isso. 
O fato de você estar do outro lado da ponta automaticamente já o coloca nessa situação.
Defendendo seu lado; aquela luta consigo mesmo; contra aqueles que declararam você como o opositor ou vice-versa; aquela luta espiritual,... ingredientes necessários para a sobrevivência.
Zilhões de livros e conselheiros ensinam a guerrear. Colocam estratégias "infalíveis" nessa receita milagrosa da vitória. Dando ou não certo, ficam as conseqüências do conflito. E quando a guerra termina ambos os lados contam seus mortos.
E quando ela não termina... subestimamos quando achamos que terminou, ou pior quando subestimamos o inimigo... Fazemos muito isso.  
A paz é uma meta que se encontra no fim da estrada da guerra. Uma estrada tão longa e agonizante essa guerra...
A história da humanidade (incluindo relatos bíblicos) mostra que para fincar esta bandeira branca conflitos são encarados.
Receitas "mágicas" para ser um vencedor existem muitas e digamos que algumas funcionam, mas receitas "mágicas"  para evitar estes conflitos todas são falhos e a maior prova disso está em sua própria vida e vale lembrar que nem Jesus escapou desta regra da existência, e esse fato não coloca nosso Senhor como fracassado, muito pelo contrário, tornou Ele um vencedor. "Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. " Lucas 22:42 
E desceu Ele a mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia.
Estranho que para vivermos em paz precisamos estar preparados para a guerra. A própria bíblia ensina isso quando citam conflitos internos e externos vividos por nós seres viventes. Orar e Jejuar constantemente como recomenda Jesus, por exemplo, faz parte dessa realidade. O nosso próprio DEUS também é conhecido como Senhor dos Exércitos e esteve de frente em grandes batalhas citadas no Antigo Testamento. Ele é Amor, Justiça,... Senhor dos Exércitos. Como a bíblia também relata que irmãos contra irmãos não o agrada. Até num ato simples e despercebido de entrar numa igreja entramos em conflito em nossas orações. Mesmo com o  coração em paz estamos preparados para a guerra ou deveríamos estar. Mesmo querendo viver a paz tenho que ter a ciência de que o conflito é inevitável e preciso estar preparado.




“Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fosse plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; e fui libertado da boca do leão. O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém!”  2Tm 4.17,18).

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Dia do amigo

"O óleo e o perfume alegram o coração; assim o faz a doçura do amigo pelo conselho cordial.” Provérbio 27:09
Considerando a chegada do homem a lua um grande ato de união, no dia 20/07/1969,  Enrique Ernesto Febbraro enviou cartas para vários países em diversos idiomas. Buenos Aires e Argentina através do decreto nº 235/79 passaram a comemorar o dia do amigo que hoje é comemorado no mundo.
Amizade é uma palavra muito bem mencionada em verso e prosa, mas que na convivência é que vemos a importância desse relacionamento.
Ter amigos, ser amigo, uma via de mão dupla tão importante para o convívio numa sociedade em que inimigos vem de graça.
Inimigos: espinho que Jesus sentiu na carne.
Aqueles que se diziam amigos: traição que Jesus sentiu na alma.
"Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.” Salmos 41:09
Amizade sincera se tornou tão precioso pela sua raridade. Em extinção uma preciosidade que precisa ser preservada.
Amizade não tem preço. Tem afeto e tem apego.
Fidelidade, respeito, sinceridade, compromisso,... parceria nesta via de mão dupla.
Ato esquecido entre parentes conjugue aqueles que se diziam amigos.
Perdoado por aquele conhecido como Cristo.
Não foram, mas Ele sim até o ultimo suspiro pregado na cruz dizia ao Pai que perdoasse aqueles que não sabiam o que estavam fazendo.
Jesus Cristo... Existe exemplo melhor de amigo?

Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.  Proverbio 17:17

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Viver vale a pena

Hoje eu me deparei com uma frase muito importante. Minha filha atualizou a mensagem de seu perfil com esta frase e ela me impactou pelo simples motivo de algumas horas antes ter vivenciado uma outra pessoa dizer algo totalmente inversa que me feriu muito por dentro. A frase que minha filha colocou em seu Orkut foi : "Porque vc vive? Porque tenho algo pelo que valha apena viver!". Ela disse que ouviu esta frase no novo filme do Harry Potter.
Essa outra pessoa com quem tinha conversado horas antes me dizia ezatamente o contrário. Que não tinha motivo para comemorar. Que estava deixando a vida a levar. Aquele papo depressivo e tal.
A vida é interessante e muitas vezes somos ingratos com ela.
Lembro que um dos meus coordenadores dizia que para uns o copo está meio cheio e para outros  meio vazio. Vai do ponto de vista de quem analisa a situação.
Num mundo onde uns não tem nada e outros tem de tudo, a tendência nossa é reclamar. Constantemente reclamamos de decisões que a vida nos leva a tomar. Com isso nos tornamos infelizes e fazemos aqueles que talvez devessem ser o motivo de nossa felicidade também infelizes.
Reclamamos mais do que agradecemos. Mesmo cientes de que existem pessoas sem onde morar reclamamos de nosso lar. Cientes de pessoas que nem família tem não valorizamos a nossa, por mais que a achemos ruim deveríamos valorizar, pois é nossa.
Nossas lamentações chegam a Deus tão fedorenta como um mar de carniça; tão injusta que desmerece a vida.
Será que viver vale a pena?
Certos questionamentos que fazemos me faz pensar que Jesus viveu por tudo e morreu por nada.
Nossos atos matam.
Nossas palavras matam.
Nossos pensamentos matariam menos se o mantivéssemos lá quietinhos em seu devido lugar.
Morrem sonhos, morrem esperanças, morrem alegrias, morre a crença, ...
Morre dentro de nós aquele espaço que tínhamos reservado para Deus.
Porque você vive? Porque eu vivo?
Será que podemos responder com a mesma energia e fé que a frase citada acima?
"Porque tenho algo pelo que valha apena viver!"
Encontrei esse algo? Me encontrei?
Outra frase que me lembro é a de Raul Seixas em que ele diz que felicidade é um estado de espírito.
Concordo!
Se meu espírito estiver bem, tudo vai bem independente das circustancias.
Preciso estar feliz comigo. Feliz com as minhas decisões e suas consequências. Firme em minhas decisões.
Aceitando o certo, não pelo fato de ser o certo, mas por compartilhar da mesma visão do que é certo.
Não porque Deus quer assim e a bíblia ensina que é melhor obedecer do que sacrificar, mas porque meu espírito irradia a mesma luz.
Com todos os problemas pessoais existentes e com todo o mal que neblina o mundo vale a pena viver?
Batemos no peito o nosso Cristianismo e mesmo assim fazemos esses tipos de questionamentos. A bíblia é um livro que deixa bem claro que vale a pena viver.
Ah!... esqueci que não temos o hábito de ler. Como diz o ditado:" o copo está cheio e mesmo assim morrem de sede.".
Tanta injustiça, tanta coisa errada, o mal prevalecendo, eu querendo que tudo fosse diferente, meu corpo aqui e meu coração lá,...
Onde nossa rebeldia nos leva?
Nossa vontade que nos afunda. Nossa crença batendo de frente com o dia-a-dia. Nossa burrada crescendo e nos envolvendo numa teia gigante de intrigas.
Tudo isso para um dia simplesmente dizer me perdoa que eu estive errado desde o inicio.
Um perdão dado por Deus e quem sabe pelo homem se seu coração estiver pronto para isso.
Particularmente vejo quem está pior que eu e analiso. Poderia eu estar numa pior, e mesmo na descrença agradeço o pão meu de cada dia. Agradeço as lutas que não são bem vindas. Agradeço a Deus pela vida.
Supervisiono em média uma equipe de 20 a 25 pessoas mensalmente na área de CallCenter e costumo dizer a eles que motivação vem de dentro. Eu sei onde meu sapato aperta e onde quero chegar.
Tenho algo que vale a pena viver. Três filhos para sustentar e educar. Não tenho mais tempo para chorar.
Minha motivação! Com todos os problemas do dia a dia sempre se encontra algo que vale a pena seguir em frente.
Depressão, tristeza, desmotivação, murmuração,... um "luxo" que não posso ter. Nem chutar o balde como diz a expressão, eu posso.
Não posso errar, minha família depende disso. Aqueles que apostaram em mim esperam isso.
Parece uma lamentação não?
Não é!
A vida é cheia de desafios e só os fortes seguem em combate. Ter objetivos na vida faz valer a pena.
O sorriso de meus filhos em cada conquista minha mostra que essa conquista também é deles e que aquele sorriso também é meu. Amigos que comemoram comigo as minhas vitórias e que me amparam quando estou a cair. Descobri que tenho mais amigos que inimigos.
"Porque eu vivo? 
Porque tenho algo pelo que vale apena viver!"
"Dedico as minhas vitórias a todos que apostaram em meus fracassos." 

 "Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. " Salmos 128:02

domingo, 17 de julho de 2011

O que estou fazendo aqui?

"Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno." Salmos 139:23-24
A pergunta parece estranha, mas se torna essencial quando ela origina-se do questionamento da razão da existência e o que se faz nela. Aquele momento em que algo parece não ter mais sentido. Algo que se faz e/ou algum lugar em que se encontra perde o brilho. Um mundo que se tornara cinzento. Algo precisa mudar. Em toda área da vida essa mudança precisa acontecer, principalmente dentro da igreja.
Questionamos por exemplo nosso trabalho, nosso chefe, igreja, pastor, ministério,... perigoso quando questionamos Deus.
"examine o homem a si mesmo" é uma frase muito ouvida em noite de santa ceia nas igrejas que nos leva a procurar dentro de nós mesmos o nosso interior. Assim como aquele travesseiro que incomoda nossa consciência, examinar-se pode nos levar a reconhecer que esse mundo que se tornou cinzento fomos nós mesmo que o pintamos assim e que podemos trazer vida com novas cores radiantes.
Uns dias desses uma amiga vinha me questionando o quanto a sua igreja e pastor tinham se tornado cinzentos. Tem feito visitas constantes em outras igrejas,...fora sua vida pessoal que vem perdendo o equilíbrio, ou melhor já estava desequilibrada e  só agora vem enxergando isso. A tal história que a árvore se conhece pelos frutos. De todas as queixas que ela fazia da igreja a lembrei que ela poderia colorir esse mundo. Falei de seu potencial como pessoa e como profissional. Qualificada em empresas de grande nome conhecido no mercado e que aquele conhecimento poderia ser de grande valia dentro da igreja. Era disso que a igreja precisava.
Muitas vezes separamos nossas vidas e criamos uma dupla identidade. Na igreja uma bênção e fora ... desperdiçamos nosso talento dentro dos ministérios essenciais na obra do evangelismo. Não desempenhamos nosso potencial para Cristo.
Coisas simples nos impedem de chegar a bênção.
Essa dupla identidade onde dentro da igreja somos uma bênção, "louvamos", oramos, clamamos em alto e bom tom, derramamos lágrimas ( de crocodilo como diz o ditado) induzidos talvez pela emoção do momento(chegamos a essa conclusão vendo nossos frutos-"examine o homem a si mesmo"), tudo uma maravilha no meio dos irmãos. "Aleluia Senhor"!!!
Já do lado de fora...
O que estou fazendo aqui?
Por que frequento essa igreja? Porque "louvo", oro, clamo, ...e nada muda? Ou quando muda é pra pior. Como diz o ditado em quanto mais eu rezo mais assombração em aparece.
O que eu quero de Deus eu sei.
O que Deus quer de mim? Sacrifício de tolo? Promessas que não vou cumprir? Uma vida contraditória a sua vontade?
É o que pensamos que Ele quer. Basta olharmos nossos atos e sentir nossos desejos mais profundos. Pedimos a Ele o que não deveríamos pedir. Se realizado esses nossos pedidos vemos nosso mundo colorido se tornando cinza com o tempo.
Adivinha quem é o pintor desta arte?
O quer faço na igreja? No trabalho? Na minha vida como um todo?
Não posso mudar o mundo é verdade, mas posso mudar o meu mundo, a minha vida, algo ao meu redor. Faço a diferença.
Essa linha de raciocínio ajuda a colorir o mundo.
 Vim ao mundo a passeio?
O que estou fazendo aqui?

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Patrulha Estelar

Desenho animado Japonês produzido em 1974 por Yoshinobu Nishizaki e Leiji Matsumoto. Trata-se das aventuras da tripulação do encouraçado espacial Yamato em 2199.O encouraçado Yamato afundou na segunda guerra mundial pela força aérea americana. Patrulha estelar foi criado para elevar a auto estima Japonesa com sua referencia de caráter heróico á sua marinha. Essa referencia é mostrada no primeiro episódio. E para uns os Gamilons seriam uma metáfora dos americanos.
Aqui no Brasil foi exibido pela Rede Record antes do incêndio sofrido em 1981 que obrigou a emissora a passar os direitos para a extinta TV Manchete que exibiu a série entre 1983 e 1985 no programa Clube da Criança apresentado pela Xuxa e Circo Alegria apresentado pelo palhaço Carequinha.
Em 2010 o anime virou filme. Se passa em 2220, vinte anos após o desenho. O planeta Terra está à beira da extinção após explosões das bombas planetárias dos Gamilions. A esperança chega na forma de uma mensagem da Rainha Starsha, do planeta Iscandar. 
Vale lembrar que a produção Japonesa não ficou devendo nada ao anime e nem as produções americanas. O filme é muito bom.
Talvez não muito satisfeitos,os americanos também querem fazer uma produção do filme e já negociam contratação. Como Eles tem o hábito de radicalizar em suas adaptações, assim como fizeram com Godizila por exemplo, tenho medo de uma Patrulha Estelar comandada pelo Tio Sam.
Um dos pontos positivos deste filme é que nos faz enxergar que tem filmes bons sendo feitos em outros países que não temos a menor noção de suas existências; este por exemplo foi programado para estrear aqui no Brasil em Dezembro, prorrogado para Janeiro e agora esquecido ou apagado definitivamente da nossa agenda cinematográfica, me sobrou baixar !


domingo, 10 de julho de 2011

X-Men, a primeira classe

Criados em 1963 por Stan Lee, os primeiros alunos de Charles Xavier foram: Cíclope, Fera, Jean Grey, Anjo e Homem de Gelo. Assim eram os X-men que combatiam Magneto e outros vilões. De lá para cá muita coisa mudou. A maior mudança ocorreu na década de 80 com os chamados novos X-Men. Muitos mutantes passaram pela escola do professor X.
Demorou muito, mas eles viraram filme. No ano de 2000 Bryan Singer dirigiu o polemico filme de estréia dos mutantes contando uma origem controvérsia e inaceitável pelos fãs dos quadrinhos. Em 2003 ainda na direção Bryan e equipe mantém as controvérsias da história dos alunos mutantes de Xavier misturando a fase de ouro dos quadrinhos de Jonh Byrne. Em 2006 Brett Ratner(na direção) junto com a equipe de produção do filme dá o golpe de misericórdia nos fãs de nossos herois. Para os fã dos quadrinhos foi desmerecido o trabalho feito. Tirando as comparações que é inevitável fazer, o filme foi bem realizado  e seus efeitos muito bom.
Em 2009 veio X-Men Origens contando a história de Wolverine. Um espetáculo em efeitos e história, mas novamente comparando com os quadrinhos... os fãs não gostaram de algumas aparições e explicações da origem. E vem Wolverine 2 por aí...
Surge hoje X-Men First Class. Este filme mantém a indignação dos fã ao contar a origem dos mutantes. Esta primeira formação contada no filme não tem nada a ver com a dos quadrinhos. Deixando novamente as comparações de lado o filme é bom, efeitos muito legais e uma boa história.
Assim como os demais herois dos quadrinhos que vão para as telas sempre há diferenças no enredo dos personagens, mas nós como fãs ainda não entendemos que como eles chamam é apenas uma adaptação dos quadrinhos. Apenas uma adaptação...    


Criados em 1963 por Stan Lee

Sucesso na década de 80

Fãs se vestem de mutantes

Eles viraram filme

Em 2009 a origem de Wolverine

First Class também traz polemica

A escola de mutantes em desenho animado

.

.

.

.