UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Dia mundial do Rock

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Dia mundial do Rock


Hoje dia 13/07/12 é uma data festiva. Sexta feira, dia em que todos os trabalhadores ficam aguardando ansiosos que chegue para poder descansar e curtir as baladas. A famosa e mística sexta feira 13 que mexe com a imaginação de muitos. E hoje com um toque especial. É o dia mundial do Rock. O bom e velho (eternamente jovem entre as gerações) Rock'in roll está em festa.
Foi exatamente em 13/07/1985 que Bob Geldof organizou o Live aid, um show simultaneo em Londres, na Inglaterra, Filadélfia e Estados Unidos com o objetivo de declarar o fim da fome na Etiópia, e como uma bela poesia cantada ao solo de guitarra com uma pitada de drogas, não passou de uma declaração, pois a fome continua por lá e entre outros lugares.
O show foi trasmitido pela BBC em vários países e teve a participação das bandas  The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath.
20 anos depois, em 2005, Bob Geldof organizou o Live 8 com o propósito de pressionar os líderes do G8 de perdoar as dívidas externas dos países mais pobres e assim erradicar a miséria no mundo. Lógico que assim como a hístória já conta... estamos em 2012 e esta bagaça continua a mesma.
Sexo, Drogas e Rock'in Roll é a única parte da "revolução" que vem dando certo e atravessando as gerações.
Bob Geldof é cantor, compositor e humanista Irlandes. Começou na banda Boomtown Rats que não durou muito e fez uma curta carreira solo. Foi em 1984 que via pela BBC uma matéria sobre a fome na Etiópia e prometeu um dia fazer algo em prol disso.
Por isso comemoramos o dia mundial do Rock.
Claro que falar de rock e não falar de um ídolo é não falar nada. Muitos nomes serão lembrados nesta data e covardemente muitos serão esquecidos.
O brasileiro Raul Seixas fã de Rock e nosso sertanejo (raiz) como Luiz Gonzaga e Elvis Presley, junto com amigos em Salvador monta o grupo "os relampagos do rock",  em seguida "The panthers" e por último "raulzito e os panteras". Começa a fazer shows pelo país. Depois segue carreira solo e assim como muitos artistas conhecidos desfruta do sucesso e do esquecimento. Suas letras como um bom Rock eram de protesto e claro que em tempos de ditadura isso não iria bem aos olhos da "lei", e junto com seu amigo Paulo Coelho ( hoje escritor e parceiro nas composições) acabou preso e torturado pelo DOPS (Departamento de ordem política e social).
São muitas as músicas de sucessode Raulzito e famosa sua parceria com Marcelo Nova. Assim como um verdadeiro rockeiro, o artista que afirmou ser o diabo o pai do Rock, ele que também já esteve em exílio nos EUA, até hoje gera polemicas.
Raul Seixas faleceu em 21 de agosto de 1989, aos 44 anos, dois dias depois de lançar o album "a panela do diabo" em parcedia com  Marcelo Nova.
Algumas frases famosas de Raul Seixas:

"A arte de ser louco é jamais cometer a loucura de ser um sujeito normal."
"Ninguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo. Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender."
"Todos os partidos são variantes do absolutismo. Não fundaremos mais partidos; o Estado é o seu estado de espírito."
"Quero a certeza dos loucos que brilham. Pois se o louco persistir na sua loucura, acabará sábio."
"Eu não sou louco, é o mundo que não entende minha lucidez."
"Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos."
"Nunca é tarde demais pra começar tudo de novo."
"Que capacidade impiedosa essa minha de fingir ser normal o tempo todo."
"Antes de ler o livro que o guru lhe deu, você tem que escrever o seu."

* ao som de "Metamorfose Ambulante"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.