UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Não venda seu voto

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Não venda seu voto

Ano de 2012, tão proclamado fim do mundo chegou... bem... na verdade não chegou e nem vai chegar este ano. Não desmentindo Jesus Cristo, mas é que na verdade em nenhum lugar da bíblia cita o dia, hora, mês e ano do Apocalipse.
Vamos recomeçar:
 Ano de 2012, mais um ano de eleição Municipal. Estamos mais uma vez sendo Intimados a votar. Tudo quanto é tipo de sujeito serão apresentados ponta a ponta deste país, e claro, suas promessas impossíveis.
Nesse processo de candidatura o candidato a vaga pública de governo com sua lábia bem afiada faz suas promessas e negocia com o voto do eleitor, e infringe algumas leis.
O eleitor, pobre coitado, muitos em desespero e sem esperança num mundo melhor acaba se vendendo ( o seu precioso voto) para suprir suas necessidades.
Preocupados com esta realidade o ASA ( a Articulação no Seminário Brasileiro) lançou a campanha "Não troque seu voto por água" que acontece nas regiões afetados pela falta da água. Estas áreas onde a seca predomina vem sendo vítima de políticos da pior espécie que só fornecem água para o povo em troca de votos.
É um sistema demoníaco. Vota em mim e eu te dou água. Criam mil barreiras para resolver o problema da seca exatamente para ter o que barganhar depois.
a venda não é só em relação as secas, mas vende-se o voto por areia. cimento, tratamento dentário,... um colega meu morador de Caxias - RJ tinha um processo trabalhista "preso" durante quase dez anos, não dava em nada e derrepente... ano de eleição, o processo foi posto para frente e em menos de dois meses recebeu o que tinha para receber com a vitória no processo contra a empresa que trabalhou. Ele nos (colegas de trabalho) contou que votou no candidato (na época) Zito para prefeito.
E quem não conhece alguém com história semelhante.
A poucos anos atrás as favelas do Rio de Janeiro foi vítima desta nojeira de vendas de voto. "Favela bairro" trouxe para o carioca o ato covarde de "vota em mim de novo e eu continuo a obra", até porque como de costume se outro partido ganhasse não dava sequência do que o anterior fez.
Hoje me preocupo se o que vai vir este ano vai ser algo do tipo "vota em mim e mantenho a UPP ou vota em mim que tiro a UPP".
Um sistema demoníaco que nos mantém dependentes para poder explorar sempre.
Com suas placas espalhadas nas periferias ( já?) mostram o quanto não se importam com as leis.
Os crimes eleitorais são muitos, desde utilizar serviços, veículos ou prédios públicos, distribuição  de prêmios e sorteios para fazer propaganda ou aliciamento de eleitores. Propagandas em bens públicos como postes, viadutos, passarelas e placas de sinalização, uso de equipamentos particulares de uso público como lojas, cinemas, clubes, templos e semelhantes. Tirar vantagens do eleitor dando camisetas ( muitas são de time) , chaveiros, bonés, brindes em geral. Essas tais pesquisas de intenção de voto que só serve para influenciar o eleitor. Showmício e festas gospel que servem para promover o candidato. São tantas as infrações que deveriam deixar em dúvida, ou melhor na certeza de que candidato não votar. Se como candidato ele não respeita a lei, como vai representá-la quando assumir o poder?
Não vou nem entrar no mérito dos que se envolveram nos escândalos...
É... votar é meio complicado. O eleitor deveria fazer faculdade para executar esta árdua tarefa. Temos muito o que aprender.

"...Começam em brasília a semana na quarta e encerram na quinta
Matam a segunda, a terça, a sexta
Mal político em qualquer canto do planeta
É um Anticristo, um cisto, a besta
A atração principal do telejornal
A procura de estatus investe no visual
Realmente eu sou um marginal
E quero ver sua cabeça seu oco seu mal
Bicho mesquinho
Vejo em seus olhos tochas de fogo luzindo
Nas suas costa azas vermelhas se abrindo
É só olhar pra eles e verá que não estou mentindo
Que não é vacilo, delírio, nem sonho
Mau político pra mim: o pior dos demônios..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.