UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Louvor?

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Louvor?

Tenho visto nestes últimos meses na internet muitos textos em Blogs, sites de relacionamento, e-mail,... reclamações desta nova safra de cantores evangélicos. Tem crescido o número de reclamações quanto a qualidade e até mesmo a unção do gênero gospel atual.
Dizem que as letras se tornaram banal e a produção se tornou um fiasco. Bate a saudade dos velhos tempos.
Na verdade o que acontece? Os tais louvores perderam o conteúdo ou seus ouvintes perderam a audição espiritual?
Uma coisa nesta história é fato, como as pessoas vão se converter se não há quem pregue?
Se você se perguntou o que tem a pregação a ver com o louvor lamento lhe informar que você faz parte da triste estatística da nova geração de "adoradores" que cantam, quando deveriam louvar.
Pense numa música cristã qualquer e se responda: você vive o que canta? Entende o que a letra significa? Está disposto a viver o que a letra propõe? Acha que seus intérpretes vivem o que cantam?
Calma!
Não vim trazer confusão, pelo contrário, vim trazer questionamento que pode levar ao entendimento.
Um grande mal assola os "levitas" nos altares das igrejas. Prepotência. Estrelismo. Comercialismo. Arrogância...
Diariamente vejo nas ruas cartazes que exaltam estes cantores e pastores "mágicos" em cultos agendados e nem sequer o nome de DEUS aparece, ou aparece em letras pequenas. Podre jogada de marqueteiros!
Vejo igrejas pequenas vazias por falta de parceria com gravadoras "gospel" ou por não ter um pastor que tenha um programa na mídia ou um livro lançado.
Que geração é essa?
Todos de mãos estendidas pedindo e na hora de servir nunca tem tempo?
O mal (isso mesmo, com"L" no final) que faz de nossos "levitas" se reflete nisso.
Escola bíblica vazia. Grupo de evangelismo com meia dúzia de gatos pingados. Pastores que não exortam por medo do irmãozinho sair da igreja e levar seus dízimos.
Magoei!
"O pastor me colocou no banco, quem ele pensa que é? Vou para outra igreja."
Triste não?
O que estes "levitas" tem a oferecer se se tornaram soberbos?
Como você vai ensinar se não aprendeu?
Não vai a escola bíblica, já se acha auto suficiente, já aprendeu não precisa mais. A palavra de DEUS não se renova?
Nunca pode ir ao evangelismo, falta tempo. Qual era a letra da música que você canta mesmo? Por que não vive o que canta?
Acha que ser levita por si já é um ministério e não precisa fazer parte do restante da igreja, chega meia hora antes do culto ou do ensaio e afina os instrumentos pega o microfone e "aleluia, DEUS é fiel"!
Seu cachê é tanto que se a pobrezinha da igrejinha não tiver em caixa, o "empresário" recusa a oferta, isso quando não exige que os CD"s sejam vendidos aos irmãos. Mercado. O que fizeram da igreja.
Pasmem!
A bíblia diz: "irai-vos e não pequeis"
A mesma bíblia mostra um momento de ira de Jesus. Isso mesmo, Jesus irado. Pode imaginar isso ? Foi quando transformaram a casa de seu PAI em casa de comércio.
Senhores pastores, por que erram tanto?
Levitas deveriam ser compromissados com a obra em si. Deveria ter a obrigatoriedade de frequentar escola bíblica e de evangelizar. Levitas precisam de alicerce. Firmes na palavra. Não a palavra teórica que muitas vezes é só decoreba, mas sim no dia a dia da prática.
Música é sentimento. Sair a noite e distribuir quentinhas e roupas, orar pelos moradores de rua, olhar em seus olhos e ver os planos de DEUS com os olhos espirituais. Culto doméstico. Visita a lares. Entender a obra. Sentir o que só os homens podem sentir.
O tapete vermelho é de JESUS e não do homem.
Compromisso com a obra como um todo é importante.
Me lembro de um colega meu onde o pastor o colocou no banco porque ele resistia as normas da casa do PAI. Um destes jovens que já nascem sabendo... coitados. Mudou de igreja. Foi para uma destas moderninhas onde "não tem nada a ver" predomina. Foi consagrado a "evangelista", que não evangelizava pelas ruas, só no altar com os "levitas". Não há nada encoberto que DEUS não revele. Pouco depois foi descoberto este novo pastor que o ungiu a evangelista em adultério. Ele foi para a famosa igreja "cristo em casa".
A falta de qualidade e unção desta nova geração precisa ser combatida e para isso não vejo outra forma a não ser exortação. Esquecera-se do livro de Isaías e Jeremias pastores?
O que estes "levitas" tem a oferecer se se tornaram soberbos?

3 comentários:

  1. Olá, boa noite! Vejo também algumas coisas erradas nas igrejas, mesmo as evangélicas!

    Muito bom e importante seu post.
    Beijos e uma ótima noite.

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo S.

    A hipocrisia governa grande parte dos corações humanos, lamentavelmente... Muitos pregam por pregar, mas não seguem o que pregam, o que ensinam. Mas cada um faz o que sua consciência dita.

    Um beijo,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Otimo texto, as pessoas muitas vezes querem pregar o que não praticam, e isso é hipocrisia pura, menos palavras, mais atitudes, mais exemplos, é o que precisamos.

    Paty Alves
    www.patyiva.blogspot.com
    www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com
    www.tentardecoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir

.

.

.

.