UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Arrependimento e perdão

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 11 de março de 2013

Arrependimento e perdão

O homem tem por natureza errar. Vive metendo os pés pelas mãos. No decorrer de muitos erros chega o momento do basta. Alguns destes erros  tornam-se uma agressão ao próximo. Uma outra parte é ferida neste relacionamento social, seja ele amoroso ou amigável.
Neste momento de basta vem outra troca entre duas partes, o arrependimento e o perdão.
Momento em que vemos como a hipocrisia massacra uns, inclusive os cristãos.
Arrependimento e remorso se confundem no entendimento de uns, o que leva a um perdão falso.
Ao contrário dos que muitos pensam, Jesus colocou uma condição ao perdão.
Verdade que encontramos diversos versículos que mostram a infinita compreensão de DEUS quanto as nossas fraquezas. Lamentavelmente temos isso como desculpa de uns a continuar com os mesmos erros. Algo bizarro.
Chegamos ao ponto!
Qual a diferença entre arrependimento e remorso e em que isso afeta no perdão?
A definição de arrependimento é a mudança de atitude, um ato ciente de que fez ou foi algo que não quer mais, e que se pudesse voltar ao tempo não faria. É esta a profundidade do arrependido.
O remorso é uma dor momentânea. Pode até ser profundo, mas momentânea. É identificada pela constante reprise do erro. Justificada muitas vezes como fraqueza e onde alguns no meio cristão utilizam versículos e acontecimentos bíblicos como justificativa.
Quem nunca ouviu " Davi pecou mas tinha o coração voltado pra DEUS" ou "DEUS ama o pecador" ou "DEUS perdoa", e por aí vai. Dizeres bíblicos que estão certos, mas que são usadas pelos espertinhos para continuarem errando.
A passagem  bíblica da mulher adúltera é conhecida e muito usada em muitas situações. Mas nela Jesus define essa troca de arrependimento e perdão. Em poucas palavras Jesus coloca uma condição ao perdão.
"E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais."

João 8:11
Essa é a condição de Jesus. Ao dizer para ir e não pecar mais, Ele define a importância do arrependido não voltar ao mesmo erro. Como se Ele dissesse "tem o meu sincero perdão, mas não me magoe de novo".
Aquele que é movido pelo remorso vai viver cometendo os mesmos erros, pois como diz o ditado popular " o mal do malandro é achar que todo mundo é otário", e este é movido por este mal.
Aquele que se arrepende se esforça para viver em comunhão com uma nova vida, virando a pagina e gozando da promessa de que nem DEUS se lembrará de suas transgressões.
 "tem o meu sincero perdão, mas não me magoe de novo".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.