UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Escola do amor

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 9 de março de 2013

Escola do amor


Movidos por um sentimento profundo, sentimento cantado em verso e prosa por amantes que se tornam poetas e vice versa, rumamos em direção ao altar, ou apenas juntamos os "trapos" em termos populares. Convictos de um futuro promissor lançamos promessa de amor eterno. Momento em que a boca diz o que o coração está cheio. 
Cheio de amor!!!
Uma nova fase, uma nova vida. 
O tempo passa e a rotina e os filhos vem. Junto vêm as "verdades". O mundo poético não é tão florido assim, e parte das flores na verdade são de velórios em vida.
Prelúdio de um divórcio bem anunciado grita como uma manchete de jornal: 
"Extra, extra, extra!"
Qual casamento que nunca passou por crises?
Existe casal perfeito?
Faltou aquele cursinho básico de matrimônio. Vida a dois é tão complicado. 
Cada cabeça um mundo. Dois mundos debaixo do mesmo teto. 
Até que a morte os separe ou até que os problemas os separem?
Divórcio parece à solução. Adultério parece resolver a carência que grita "eu estou aqui", ou simplesmente falta de caráter, sem querer pré-julgar. 
Existe fórmula mágica para resolver a crise conjugal? 
Talvez os conselhos de pessoas experientes que passaram por isso ajude. Bons conselhos são bem vindos, principalmente quando não há mais nada a fazer. 
O programa exibido pela TV Record, "The Love School", escola do Amor em nossa língua, traz a proposta de ajudar todos os casais, sejam os mais vividos e até mesmo os iniciantes e por que não dizer também os ainda namorados. Apresentado pelo casal Renato e Cristiane Cardoso com mais de 20 anos de casados, eles utilizam uma linguagem simples e descontraída para ilustrar os momentos de crise e dar a possível solução do problema.
São colocadas em pauta todas as situações que se possa imaginar vividas nesse relacionamento a dois que se multiplica com a chegada dos filhos e/ou aproximação de parentes. Momentos que seriam de paz que se tornam uma grande guerra entre quatro paredes; decepções e grandes arranhaduras sentimentais que deixam cicatrizes que parecem se eternizar nas lembranças, e de repente a chegada de um novo membro aumenta essa família. Esse ilustre e nobre traz conflito. Poético (a), encantador (a), sedutor (a), mentiroso (a),... E muitas outras qualidades que definem bem a figura de amante.
Males, males, e muitos males que avassalam as estruturas matrimoniais.
Onde entra o programa. O bom conselho para consertar o que parece inconcertável. 
Este modelo de programa vem da própria IURD (Igreja Universal do Reino de Deus), a igreja tem em seus cultos, a conhecida "Terapia do amor", momento de culto com o objetivo de salvar o matrimônio. 
O número de divórcio vem aumentando. Banalizaram o casamento, distorceram o significado de aliança. 
A igreja tem feito um belo trabalho numa área tão fragilizada e desrespeitada pela sociedade moderna. Trabalho este agora também exibido num programa de TV. Uma resposta a muitos casais, dentre eles que se calaram diante de tanta dor e descrença. 
Novamente a Rede Record acertou em sua programação. Sem dúvida é um dos melhores e mais úteis programas da TV brasileira.
Talvez agora possamos entender melhor o sentido de "juntos até que a morte nos separe", o verdadeiro significado de aliança, a profundidade de amor, entender melhor vida a dois,... Tirar dúvidas que nunca reconhecemos te-las. Os questionamentos daquele lá no programa podem ser os meus. A solução do problema daquele casal é a solução do meu casamento. 
De graça em canal aberto uma terapia sem se expor, para aqueles que têm vergonha de sua situação e não tem dinheiro para pagar um profissional que o auxilie.
Pana que muitos casais que precisam não assistem...
Igreja tem cultos voltados a casais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.