UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Birdman, A Inesperada Virtude da Ignorância

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Birdman, A Inesperada Virtude da Ignorância

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância), que venceu 4 de 9 categorias indicadas ao Oscar, os de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Fotografia, co-escrito, co-produzido e dirigido por Alejandro González Iñárritu.
O filme de 2014 conta a história de Riggan Thomson (Michael Keaton) um ator que no passado fez sucesso interpretando um super herói numa trilogia cinematográfica e que por se recusar a fazer o quarto filme tenta voltar ao sucesso em uma peça teatral que ele tenta dirigir, roteirizar e interpretar. 
A produção na verdade é uma crítica aos atuais filmes de super heróis e aos críticos. Ao mostrar os bastidores de uma produção teatral, se levanta velhos questionamentos entre a "boa arte" e os grandes arrecadores de bilheteria e a bola da vez desta vez são os super filmes de super heróis que estão em foco.
Particularmente achei merecedora do Oscar esta produção, foi muito bem bolada. Quem vê o trailer pode se decepcionar achando que irá ver um filme de super herói, pelo contrário, assistirá uma critica.
Para tal critica foram colocados interpretando dois dos personagens principais nada mais nada menos que Michael Keaton, um dos Batmans dessa nova geração de super heróis e também o ator Edward Norton que também interpretou o Hulk no cinema.
Outro ingrediente que também deu certo foi os momentos de delírio do personagem Riggan (Keaton) onde a voz de Birdman ecoa em sua mente e demostrações de super poderes e no final do filme o desfecho de seu delírio, onde foi usado os mesmos recursos de filmes de super heróis.
Conseguiu chamar a atenção dos fãs do gênero de filmes de superes e apontar as criticas, como também criticou a critica levantando um ponto de vista muito interessante a se pensar para aqueles que se deixam influenciar pela tal critica.
Vale lembrar que mesmo pelo trailer apelativo, a escolha de atores que lembram dois grandes superes nas telonas e a aparição de Birdman em momentos de alucinação, este não é um filme de super herói, mas sim uma critica bem bolada.Riggan Thomson (Michael Keaton) não é o Batman!


Um comentário:

  1. Oi amigo,
    Não entendo muito de filmes, mas estou com saudades.
    Muitas coisas ruins aconteceram
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir

.

.

.

.