UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Janeiro 2015

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Falta d'àgua

Por muitos anos nos habituamos a ver o assunto sobre seca como sendo "normal" no Nordeste deste país. Uma falsa sensibilidade aflorava quando o assunto surgia. Hoje a realidade mudou. Começamos a viver o que outros brasileiros já vivem a décadas. A seca chegou as grandes metrópoles brasileiras. Começa a faltar àgua nas torneiras e nossas reservas estão em baixa.
A bomba surgiu na mídia quando em São Paulo alguns dos cidadãos já reclamavam de seca e o governo negava. Especialistas alertaram. Agora não tem como os políticos negarem.
... ainda negam.
Os demais Estados estão começando a sentir esta realidade. Geralmente tememos as chuvas de verão, mas este ano estamos implorando por elas na esperança que encham nossos reservatórios. Nossos políticos continuam negando o óbvio.
A falta d'água causa vários problemas, pois estamos perdendo a fonte de vida. O mundo sofre mudanças climáticas, estamos matando nosso planeta. Fauna e flora extintas.
A culpa não é apenas do governo, mas sim de todos no mundo. Mas nosso governo poderia ter tomado atitudes preventivas. Preocupados com seus interesses particulares deixaram e contribuíram para que hoje não tenhamos água.
Ecologicamente a raça humana destruiu o planeta.
Estamos na verdade colhendo os frutos do que não plantamos, sim, deixamos de plantar.
Não cuidamos de nosso planeta. Sugamos tudo.
Hoje não há como evitar a seca da noite para o dia e nem no prazo de meses. Não há como este governo hipócrita, corrupto e mentiroso evitar esta seca.
Nos restou tentar economizar água e assistir nossos governantes mentirem sobre uma realidade tão óbvia, o mundo está sofrendo mudanças climáticas e as consequências de fauna e flora extintas e outras quase extintas.
Projetos ecológicos para tentar reverter este quadro até que existem a longo prazo, mas a "burrocracia" nos governos dos quatro cantos do mundo dificultam que se tome o primeiro e importante passo.
... a água esta acabando como já estão extintos outras coisas.








*Imagens já disponíveis na Internet

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Gotham, a série

Nos EUA os seriados de TV vem crescendo a cada episódio. Se tornou um mercado muito competitivo por lá e se espalhando pelo mundo. Com este crescimento é claro que a competitividade vem criando séries com mais qualidades em diversos estilos. Uma das séries, entre muitas, que vem desde 2014, ano de sua estréia, ganhando destaque é Gotham. Criada por Bruno Heller, a série é baseada no universo de um dos maiores personagens fictício da DC Comics. A adaptação das histórias em quadrinhos que não conta as aventuras de Batman (pois Gotham ficou conhecida como a cidade do "herói" Batman), conta a história da própria cidade e seus ilustres habitantes. Estrelada pelo jovem Gordon interpretado por Ben Mckenzie, vemos como o jovem entrou para a policia da cidade de Gotham e se viu diante de uma cidade corrupta. O policial certinho descobre que os criminosos não são apenas os bandidos de costume, mas também uma força policial, empresários e políticos corruptos, além de retratar como a cidade gerou os vilões mais famosos do mundo como Pinguim, Charada, Mulher-Gato, Coringa, Hera Venenosa, Espantalho, Hugo Strange, Duas-Caras e Senhor Frio.
Mas o que torna essa produção mais interessante é o realismo que nos leva a lembrar-nos de certas Metrópoles.
Corrupção, disputa por poder, jogos políticos, interesses comerciais, .... todo aquele ambiente que vemos dentro e fora dos telejornais. Aqui no Rio de Janeiro vejo Gotham como se fosse minha cidade por ver retratado tantas verdades fantasiadas de ficção. Embora a história da cidade se passe em anos passados o assunto é tão atual e moderno como vemos nos dias de hoje.
Gotham, a série não veio como um simples seriado que traria a história de um se seus "heróis" mais famosos, mas sim acabou no decorrer de sua produção se mostrando uma série policial  como ainda não se tinha mostrado nas emissoras de TV.
É uma série que se continuar neste caminho tem tudo para se prolongar por dez temporadas ou mais.
Seus personagens tem se mostrado muito interessantes e alguns em especial de grande destaque. A bela e perigosa Fish Money interpretada por Jada P Smith, o fantástico Pinguin (Robin L Taylor), a jovem Mulher Gato (Camren Bicondova), e claro, a dupla de policiais que fazem o policial bom e o policial "mal", James Gordam (Ben Mckenzie) e Harvey Bullock (Donai Logue).
... realmente, assistindo Gotham dá se para entender o porque esta é sem duvida uma das maiores séries da atualidade.

Seus personagens tem se mostrado muito interessantes

o realismo que nos leva a lembrar-nos de certas Metrópoles.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Lá é diferente

Vimos através da mídia que há muitas coisas que aqui no Brasil é normal e que lá fora é simplesmente diferente.
Aqui no Brasil vem se tornando normal desrespeitar religião, seja qual for. Tudo pode, até mesmo insinuar que Jesus Cristo é gay.

Vimos que para os Mulçumanos a coisa funciona diferente, pelo menos entre os radicais. Quando os EUA estavam produzindo um filme de segunda parodiando Maomé a coisa ficou séria. A coisa não parou por aí. O que para nós brasileiros é normal, uma caricatura desrespeitando alguma religião; novamente vimos que para os extremistas Islâmicos em furor... 12 pessoas morreram num atentado que chamou a atenção do mundo.


... voltamos a falar de liberdade de expressão.
Qual o limite?
... voltamos a falar de desrespeito a religião.
Qual o limite?
Outra coisa que aqui no Brasil tem se tornado normal... e lá fora não é, na Indonésia são condenados a morte os traficantes.
Foi o que aconteceu com o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos e foram também executados na ilha de Nusakambangan, Ang Kiem Soe, um cidadão holandês; Namaona Denis, um residente do Malawi; Daniel Enemuo, nigeriano, e uma cidadã indonésia, Rani Andriani. Outra vietnamita, Tran Thi Bich Hanh, foi executada em Boyolali, na Ilha de Java.
Nossa Presidenta Dilma tentou que se desse um "jeitinho" no caso, como lá não é o Brasil... a execução aconteceu.
... é, há muita coisa lá fora que funcionam de forma diferente, assim podemos notar nestes dois casos.
Aqui no Brasil muita coisa pode e outras se lutam para poder, mas precisamos entender que em outras terras a coisa funciona de forma diferente.
Aqui nos "acostumamos" a ver manifestantes nus se masturbando dentro ou em praça publica com crucifixos. Bandidos entrando para a carreira política, "mata mas faz". Entre tantas coisas...
Cada lugar funciona de uma forma diferente. Cada povo com seus costumes. Cada nação com suas leis... o Brasil tem lei?
12 pessoas morreram num atentado que chamou a atenção do mundo. 

são condenados a morte os traficantes.

Dilma tentou que se desse um "jeitinho" no caso, como lá não é o Brasil...



quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Um novo ano

2015 chegou.
Não é mágica. As coisas não mudam da noite para o dia.
Me olhei no espelho... Continuo o mesmo de ontem a noite. O mesmo corpo, o cabelo não cresceu,as mesmas rugas,... Os mesmos pensamentos!
...Jesus não mentiu!
Para que as coisas mudem em 2015 eu preciso mudar.
Mudança não depende de palavras bonitas, mas sim de atitudes, que as vezes nem sempre são bonitas aos olhos alheios.
O querer depende de cada um.
Deus não mudou apenas o nome de Saulo. Transformou aquele que era talvez o maior perseguidor da igreja de Cristo em um grande missionário que exortaria sua igreja.
Paulo tinha aceito a mudança.
Pedro que era rude, o pescador de peixes aceitou a mudança gradativa para pescador de almas e em cima desta pedra Jesus fez sua igreja.
Abrao e Sarai também aceitaram as mudanças em suas vidas. Deus não mudou apenas os nomes, mas mudaram toda a história. Desta mudança surgiu o pai da fé.
E o que mais vemos na bíblia são histórias de pessoas que aceitaram mudar.
Hoje encontramos os apelidados "cristão Gabriela " - eu nasci assim, vou morrer assim, como cita a famosa música.
Para que 2015 seja um ano de coisas novas precisamos mudar nossas atitudes,pensamentos e sentimentos.
Não há como viver o novo fazendo as mesmas coisas.
Cristo é mudança.
Negar a si mesmo é mudar de vida.
É preciso querer aprender do novo de Deus a cada dia.
Pedimos capacitação...
Deus capacita!
Mas não cai do céu. Não é mágica!
Precisamos estudar, ouvir, obedecer, entender,... Querer o novo de Deus. Jogar o velho fora.
Traçar metas para um novo ano é fácil, talvez a coisa mais hipócrita que fazemos conosco. Precisamos ter atitude para mudanças.
Eu quero!
Eu posso!
Eu vou mudar!
Viva 2015!













Fotos da virada de ano 2014 para 2015 na Praia de Copacabana, Rio de Janeiro.
Mais fotos no album do Facebook

.

.

.

.