UA-39063185-1 Trocando uma ideia: X-Men, Apocalipse

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 22 de maio de 2016

X-Men, Apocalipse

A Fox nos traz mais uma produção do universo Marvel. O estúdio que ficou com o universo mutante e do Quarteto Fantástico continua tentando emplacar sua parte do mundo dos super heróis Marvel. Este ano conseguiram agradar com Deadpool, um filme que por sinal foi bom. Agora tenta com os X-Men. Neste novo filme os mutantes mais queridos (e odiados) do universo enfrentam nas telonas uma de suas maiores ameaças, Apocalipse (Oscar Isaac), o primeiro mutante conhecido. Baseado nas HQ's os X-Men Charles Xavier (James McAvoy) e seus alunos, Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan), Noturno (Kodi Smit-McPhee), Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult) e Mercúrio (Evan Peters), tentam impedir o vilão e seus guerreiros do Apocalipse Magneto (Michael Fassbender), Psylocke (Olivia Munn), Anjo (Ben Hardy) e Tempestade (Alexandra Shipp) de conquistar o mundo.
Assim como nos filmes anteriores a equipe da Fox tenta criar seu próprio universo e novamente mostra que não entende nada do universo mutante. Em sua segunda trilogia que começou com X-Men: Primeira classe que trouxe uma versão da famosa equipe original, seguido por X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, que numa viagem no tempo tenta arrumar a bagunça feita pela própria equipe Fox na cronologia mutante.
Bom, achamos que agora as coisa ficariam em seus devidos lugares.
Só achamos!
X-Men, Apocalipse traz uma história com muita ação e completamente longe do que os fãs ainda esperam, embora haja referencias as hq's, tudo foi mudado. Ainda não é o universo que conhecemos e amamos, é o universo Fox. Houve melhoras em termos de efeitos especiais e dinâmica.
Com roteiro de Simon Kinberg, Dan Harris, Michael Dougherty e Bryan Singer; e dirigido por Bryan Singer, o filme não decepciona, pois não se espera muita coisa dele já que a Fox continua insistindo em Singer que vem mostrando não entender nada do universo mutante e querer impor o seu universo.
Não que devesse voltar para os estúdios da Marvel, mas que a Fox colocasse de frente alguém que lesse hq's dos X-Men.






Montagens feitas por SNeves para o blog Trocando uma ideia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.