UA-39063185-1 Trocando uma ideia: Abril 2016

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 19 de abril de 2016

Internet (i)limitada

A boa e confortável navegação ilimitada pela internet está com os dias contados. A nossas queridas operadoras que "oferecem" o serviço que se tornou essencial resolveram lucrar mais explorando seus cliente.  O cartel está formado.
Para fazer o que fazemos hoje sem problemas nenhum, como lazer, estudo, trabalho,..., teremos que desembolsar mais dinheiro. A conta vai ficar mais cara, ou o serviço será menor.
A verdade é que a nossa internet já tem suas limitações. O serviço oferecido não é bom o suficiente pelo preço que já pagamos.
Já fui cliente Oi Velox onde meu pacote eu pagava dois "X" e eles só conseguiam me entregar menos de um "X". As desculpas foram muitas por parte deles. Mudei de operadora, uma dessas não muito grande no mercado, SC Telecon que também está deixando a desejar e me fazendo pensar em mudar de operadora novamente. Esta nos primeiros meses era uma perfeição. Agora vive apresentando queda no serviço nos finais de semana, ou seja, nos finais de semana fico sem net, além de não terem um setor que se possa ligar para reclamar ou ser atendido.
As desculpas?
Manutenção! Sempre a mesma desculpa.
E não há descontos pelos dias sem serviço!
Anatel?
Esta se uniu aos poderosos!
Querem limitar mais ainda!
A OAB e o Senado já entraram na briga, até porque a Anatel se bandiou para o lado das operadoras culpando os serviços piratas on line.
O ruim é imaginar que já perdemos mais esta luta. Nós vamos pagar a conta, já estamos viciados mesmos.






domingo, 10 de abril de 2016

Batman v Superman

Dirigido por Zack Snyder o novo filme da DC/WB coloca em conflito dois de seus maiores personagens das hq's. Mas não parou por aí, após a tão esperada estreia, além do conflito tradicional entre as forças do mau contra a do bem, gerou o conflito entre a crítica e a obra novamente.
A crítica não gostou do filme e ganhou alguns aliados.
Como em todos os filmes teve acertos e erros.
A visão de Snyder para o universo de Superman é ousada. moderna e se mesclou com o universo de Batman. A cidade de Metrópolis pareceia Gotham em alguns aspectos.
O filme é bom e forte quando comparamos com as antigas produções do super. Traz mudanças de etnia, morte e novos conceitos. Questiona a soberania do sobrevivente de Krypton.
Snyder entra nas mesmas questões do próximo filme da Marvel sobre os perigos de super-seres entre nós, traz a ficção questionamentos reais.
Nos acostumamos a ver na ficção grandes destruições de prédios, cidades e nações e aplaudíamos nossos heróis mas não questionávamos as consequências de tanta destruição.
E assim Batman v Superman começa, questionando e colhendo as consequências do filme anterior "Man of Stell". Um cenário que coloca em Batman a responsabilidade de zelar pela segurança também de Metrópolis.
Superman passa a ser tratado por Snyder com a interrogação sobre seus atos.
Lex Luthor não é mais o que nos acostumamos a ver, Jesse Eisenberg dá um show em um Lex psicótico como os que encontramos no asilo Arkhan.
Outra que dá um show é Gal Gadot em sua esplendida e poderosa Mulher Maravilha. Talvez sem ela, o filme perderia o glamour.
Snyder deu apenas uma boa pincelada em Flash, Ciborg e Aquaman, deixando a promessa do que pode vir.
Com roteiro de Chris Terrio, David S. Goyer, a direção de Snyder bate de frente com a crítica negativa e com possíveis mudanças na DC/WB em futuras produções. Especula-se que devido ao "fracasso"(?) já há mudanças em "Esquadrão Suicida" para algo menos sombrio e com uma pitada de humor.
A internet ficou cheia de comentários positivos e negativos, mas ficou claro que mesmo com alguns "erros" os fãs gostaram e querem mais.
Mulher Maravilha que já está sendo gravado já é uma grande espera, o que muda a rejeição de alguns quando Gal foi escolhida para o papel. Hoje a magrela maravilha superou e calou muitos em sua atuação. O mesmo para Ben Affleck que após o desastroso "Demolidor" trouxe o Batman que queríamos ver nas telonas. Henry Cavill conseguiu trazer o Superman que Snyder queria mostrar; um imigrante adotado pelo Tio Sam com seus dilemas e crises de existência, e com os marcantes problemas de adaptação e aceitação a uma nova pátria. Cavill não vem como seus antecessores, totalmente diferente do mito Crishopher Reeve, aquela figura angelical, divina e endeusada no politicamente correto.
Todos temos pontos positivos e negativos a mostrar sobre o filme, mas também reconhecemos que é um bom filme.
A DC/WB promete lançar ainda este ano DVD/Bluray versão estendida com cenas violentas que foram cortadas da edição de cinema, o que nos deixa ansiosos na espera.
Ben Affleck que após o desastroso "Demolidor" 
trouxe o Batman que queríamos ver nas telonas.

Cavill conseguiu trazer o Superman que Snyder queria mostrar; 
um imigrante adotado pelo Tio Sam com seus dilemas e crises de existência,

Hoje, Gal, a magrela maravilha superou e 
calou muitos em sua atuação.

Eisenberg dá um show em um Lex psicótico 
como os que encontramos no asilo Arkhan.

Snyder deu apenas uma boa pincelada em Flash, Ciborg e Aquaman, 
deixando a promessa do que pode vir.




Montagens feitas no The Gimp/Linux Ubuntu por Sneves para o Blog http://5n3v35.blogspot.com.br/

terça-feira, 5 de abril de 2016

2016, um ano de conflitos

Este ano de 2016 estava previsto como o ano de grandes filmes e séries. Sim, é o ano. E claro, o ano de grandes conflitos. Alguns em destaque são bastante interessantes e esperados, a ficção traz isso. Por outro lado  o nosso mundo real também traz bastantes conflitos. E todos eles respingam no nosso mundo virtual.
Parece que o mundo está em guerra... só parece?
Os conflitos são reais, são fictícios e virtuais.
No cinema temos um conflito (um?) vindo das histórias em quadrinhos. O maior vem das concorrentes Marvel e DC. Este ano quem vai ser a melhor em filmes? A guerra de estúdios nos beneficia com a qualidade, todos querem apresentar o melhor filme, a maior bilheteria, e claro, o recorde.
Além do conflito entre ambas, temos outro dentro da própria Marvel. Seus estúdios disputam entre si. Tirando a Universal e a Sony que se uniram com a Marvel Studio, sobrou a Fox que tenta levantar sua parte do universo Marvel nas telonas. Deadpool deu conta do recado.
Dentro dos próprios universos de cada personagem não falta é grandes conflitos.
Batman contra Superman! Baseado nas HQ's, o novo filme coloca estes dois grandes personagens em lados opostos.
Do outro lado Homem de Ferro e seus aliados enfrentam o time do Capitão América. Um conflito que divide a maior equipe de heróis da Marvel.
A equipe de mutantes da Fox também é dividida colocando os X-Men em conflito entre a equipe de Apocalipse e a do Prof. X.
... e o cinema traz muitos conflitos.
Os seriados também, onde posso destacar dois. Demolidor enfrenta o Justiceiro numa cidade onde gangues rivais tentam dominar o território.
E talvez o princípio do maior de todos nos seriados; Em TWD, Rick se vê impotente na frente de um grande rival. Negan!
Negan é o vilão que amaremos odiar.
Por outro lado temos uma grande parceria, Flash e Supergirl, um encontro muito esperado.
... e a ficção traz muitos conflitos para este ano.
Estes conflitos se espalham pelo mundo virtual. Tem treta entre fãs. Alguns perdem a linha.
Para piorar as tretas temos conflitos no mundo real.
O Brasil passa pelo maior deles. A briga pelo poder por parte dos grandes partidos políticos desta nação. PT x PMDB - PSDB.
Muita treta!
Vamos pras ruas! Manifestantes e autoridades se enfrentam. Partidários se agridem.
... e a política traz muitos conflitos.
Além dos conflitos cotidianos, o ano de 2016 vem sendo marcado também por... conflitos.
É muita treta!!!



.

.

.

.