UA-39063185-1 Trocando uma ideia: O Deus do impossível... Falhou

"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Diga não ao bloqueio de blogs
"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 16 de maio de 2018

O Deus do impossível... Falhou

Todos independente de crença em algum momento da vida ouviu falar de Deus e sua soberania. Somos bombardeados pela informação que há um Deus acima de tudo e que Ele é capaz de fazer aquele milagre que tanto esperamos. Nos é vendido desta forma por aqueles que se proclamam tais proezas.
É o Deus que cura, que liberta, restaura,... um Deus vivo e eficaz. Basta crer. Cada um apresenta o caminho a seu jeito. Uns afirmam que o sacrifício é o caminho, uns apresentam o sal, talvez quem sabe uma vida de oração e jejum. Informações tiradas de alguns trechos da bíblia, todos com a mesma certeza, Deus vai resolver seu problema, seja emocional, profissional, casamento em crise, restauração da família, libertação das drogas,... Tudo Ele resolve!
A esperança alimentada pela fé, talvez o último recurso, é nisso que nos lançamos.
Mas... E quando o tão esperado milagre não vem?
O emprego não surge, nada de promoção, nada de cura da enfermidade, casamento vira divórcio, o viciado continua nas drogas,... Nada, nada acontece.
O Deus do impossível falhou?
Aqueles mesmos que lhe garantiram que havia um Deus soberano mudam o discurso.
Você estava orando pouco. Estava em pecado. É tudo no tempo de Deus, não chegou a hora. É quando e como Deus quer.
...e como fica a fé neste momento?
Quem enganou quem?
O milagre não veio.
A verdade é que muitas vezes expectativa gera frustração, até quando se trata de fé.
Deus falhou, eu falhei, os tais profetas falharam comigo,...?
A verdade é que nem tudo na vida acontece conforme queremos, até mesmo o milagre depende de outras forças além de sua própria fé. Os planos de Deus estão muitas vezes acima de nossa compreensão. Pessoas morrem, divórcios acontecem, o emprego não vem, a cura de uma enfermidade ou libertação das drogas não acontece. Mas uma coisa é certa, a vida continua, precisa continuar.
Deus nunca falha, não é Ele quem tem vontade no mau.
As vezes aquela vaga de emprego não vem porque não nos preparamos.
As vezes para a libertação aquela pessoa precisa encontrar dentro de si forças.
As vezes a cura da enfermidade não é possível, a morte faz parte do pacote.
As vezes a restauração do casamento depende do querer da outra parte, e esta não quer.
É, as vezes pedimos a Deus o que não é viável.
As vezes somos levados por aventureiros a profeta que Deus vai fazer o que na verdade não vai fazer, prometem os falsos profetas o que Deus não prometeu.
E claro, as vezes criamos esperanças de algo que no fundo já sabemos que não vai acontecer. Temos dificuldade de encarar certas verdades.
A descrença entra nessa situação, sempre atribuímos a Deus o que está acima de nossa compreensão e aceitação, até mesmo culpamos Ele. Criamos uma imagem carrasca de Deus.
Assim como Jesus (em um crucial momento de sua vida) questionamos o abandono de Deus.
Sim, somos pessoas. Sentimentos dá em gente e não em poste. Uma frase famosa que nos lembra que até essa sensação que Deus falhou conosco seria normal vinda de nós. Jesus teve essa sensação de abandono.
Jesus mais a frente entendeu que o PAI não o havia abandonado, mas o tinha lhe dado um fardo pesado que só ele poderia suportar. A vida de Jesus caminhou para isso, e foi uma trajetória difícil.
A nossa vida também tem momentos difíceis, o que nos faz entender que não é da vontade de Deus que quebremos a cara.
Tem situação de perda que mais adiante vemos que era livramento de Deus. Vivemos algo melhor.
E por outro lado, a derrota faz parte da nossa trajetória de vida. Precisamos aprender a administrar isso.
Erramos, as pessoas ligadas a nós erraram, os chamados homens de Deus erram ao dizer que Deus disse o que na verdade Deus não disse.
...e nisso tudo culpamos Deus.
Não, Deus não falhou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

.

.

.