"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

sexta-feira, 12 de junho de 2020

O Titanic e a arte de procurar culpados

O filme Titanic dirigido por James Cameron conta a história de um artista pobre que se apaixona por uma jovem rica e que passam pela tragédia do naufrágio do navio. Na vida real quando se fala deste navio é sobre a tragédia do navio. O filme tem como pano de fundo o convívio social e a reação diante de uma tragédia. Assim como na atual Pandemia que vivemos, surgem heróis e vilões. Qualquer tragédia é assim.
Basta o navio começar a afundar que vemos quem são os músicos e quem são os egoístas.
Tem uma coisa em comum que acontece quando as coisas não vão bem. Parece uma fórmula única e universal.
A arte de procurar culpados.
É "natural" as pessoas começarem as acusações e apontar em alguém o erro.
Como numa empresa que o desempenho não dá o resultado esperado. Diferentes setores se acusam. Profissionais do mesmo setor se estranham. Se tudo está errado alguém é o culpado.
No futebol também é assim. Troca se técnico enquanto jogadores do mesmo time se acusam.
Nos dois casos a dança das cadeiras é dada como solução, que nem sempre dá certo, pois há indicadores que não foram levados em conta.
Na política não é diferente. Como trocamos de "técnico". O Brasil está dando errado... Chove acusações pra todos os lados. É prefeito acusando governador que acusa presidente que aponta para os deputados que também tem uma direção pra indicar com o dedo,... E por aí vamos. Nesta brincadeira gritamos para mudar o técnico, gritamos "impeachment".
É a ordem natural das coisas, se algo está errado alguém é o culpado, esse alguém no singular. Igual futebol. Se o time ganha a festa é de todos, mas se anda ruim das pernas... Foi o técnico, que acusa os cartolas, que... Assim como numa empresa.
Se o trabalho era de uma equipe então porque só um é responsável pelo fracasso?
Como diria um amigo meu, alguém tem que assinar o B.O.!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...