"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

terça-feira, 22 de outubro de 2019

A grama do vizinho

Diz um dito popular que a grama do vizinho é sempre mais verde. Esse dito ilustra o nosso olhar. Muitas vezes observamos o próximo e concluímos que a vida dele está mais colorida. Isso acontece em todas as áreas de nossas vidas, seja na afetiva, profissional, social,... Nossa fértil imaginação nos leva a crer que o casamento do vizinho é mais completo que o nosso, que a cadeira do colega de profissão é mais gratificante,... E vamos imaginando.
Já em igrejas é o efeito contrário, a grama do vizinho é podre!
Este vizinho é porco, desleixado, irresponsável, caráter ruim, ...
Aquela igreja é toda errada. A gestão do pastor também é errada. Todos pecam!
Nesta visão cometemos um grande erro, perdemos completamente a visão de Cristo.
Passamos a observar as atitudes do pregador e não o poder da pregação. Invalidamos a palavra de Deus porque focamos no defeito do homem. É tudo que passa a importar.
O que precisamos entender é que tem coisas que podemos tratar e há o que não podemos.
Posso tornar minha grama mais verde, não deixa-la podre. Posso fazer o serviço de jardinagem no meu jardim. Acordar mais cedo e tratar. Com disciplina, luta, persistência,... dia a dia.
Posso me auto avaliar, corrigir meus defeitos e melhorar a cada dia.
Isso eu posso fazer. Lavar as louças da minha casa eu posso, as da casa do vizinho não.
Tem coisas que este vizinho, só ele, poderá fazer por si.
Fácil julgar e condenar o próximo ou achar que ele não tem problemas.
Há momentos que devemos olhar para nosso prato. Cuidar de si próprio.
Quando melhoramos nossa vida melhora.

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Coringa de Joaquim Phoenix

O aclamado filme do diretor Todd Phillips sobre o ilustre personagem da DC chegou já causando polêmica.
Para uns o melhor filme do ano. Aplaudido pela crítica. Algo diferente do que a DC tem apresentado nestes últimos anos. Uma visão realista da ficção.
Já para outros, é perturbador. Uma tentativa de justificar o injustificável.
A história do personagem, nesta adaptação, se resume num cara azarão, que só apanhou da vida. Um desequilibrado numa sociedade ruim, tão doente quanto.
Coringa de Joaquim Phoenix não apresenta um momento bom, tudo é perturbador. Uma tentativa forçada de culpar a sociedade pelos seus atos ruins, algo que já vemos na sociedade hoje.
Em seu desequilíbrio o personagem mostra prazer no mau.
Sabe aquela pessoa que só apanhou da vida e apenas aprendeu a bater?
Este é o coringa nesta nova adaptação.
Não, não é um destes filmes de super-heróis. É um filme de vilão!
A atuação do ator é digna de Oscar. Uma fotografia sensacional e uma trilha de fundo melancólica.
Ainda não é o melhor da DC.



Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...