"O problema não é você estar preso ,e sim o que você faz com a liberdade !!!"

Digite seu E-mail e receba as atualizações deste Blog

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Perdoar DEUS

Tem pessoas que nunca vão perdoar Deus.
Deus falhou com elas.
Ele errou.
O milagre prometido não veio.
O Deus do impossível não conseguiu.
A sensação que era tudo uma mentira escorre junto com as lágrimas.
A voz se cala, o diálogo com Deus encerrra.
O que o homem não percebe, ou apenas não se importa, é que a cada mentira sua na sua "vida com Deus" é este Deus que leva a culpa.
As mentiras, a injustiça, as traições, fofocas, ... O perturbador relacionamento humano; este destrói de dentro pra fora.
Talvez Deus não tenha falhado, não foi Ele quem mentiu ou fez promessas insanas.
Talvez o erro tenha sido meu e não Dele. Acreditei nos filhos do "Pai da mentira", aqueles em que toda família mentem.
Talvez a voz que eu ouvisse lá trás não tenha sido a de Deus, mas a da minha insanidade. Talvez Ele nunca tenha me dito que ia me dar isso ou aquilo, pode ter sido apenas minha ambição criando vozes na minha mente.
Sim, eu quis tantas coisas que o tempo não me concedeu.
Acho que nunca fui ovelha, não identifiquei a voz do Senhor. Ele chamou e não percebi quem era.
Talvez tenha terceirizado a culpa e agora me vitimizo.
A verdade é que culpar quem não está presente pra se defender é mais fácil.
Deus não precisa ser perdoado, ninguém que não tenha culpa precisa ser perdoado.
Talvez as histórias só precisem ser esclarecidas.
 

 

terça-feira, 22 de setembro de 2020

O cotidiano

 

O cotidiano pode ser sempre apreciado como se fosse a primeira vez.
É o deslumbrante da paisagem, do bate papo com os amigos, observar a vida ao seu redor,... Uma simples fotografia editada.
A vida está aí para nos lembrar que o tempo passa. 

 

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Talvez

 

Talvez a gente volte a caminhar por aí.
Quem sabe volte a ver da mesma forma que víamos antes ou até mesmo mude a forma de ver as coisas.
Da mesma forma o agir pode ser o mesmo ou mudar.
Se o tempo muda sempre da mesma forma eu também posso dizer o oposto do que disse antes, ou não.
Vai que eu volte a escutar aquelas antigas músicas... Talvez as novas não tenham a essência que me encante.
A única certeza que tenho é que esse talvez sempre esteve lá. O futuro continua incerto.
Talvez eu volte ao mesmo lugar e admire de novo como se fosse a primeira vez.
... talvez eu perca o medo da incerteza e me atire de cabeça!
 

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...